Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Google News encerra em Espanha

A Google News, o serviço da Google que agrega e pesquisa notícias publicadas online por meios de comunicação em todo o mundo, encerrará em Espanha, devido à nova lei de propriedade intelectual.

Em resposta a uma nova lei de propriedade intelectual que entrará em vigor a partir de 1 de janeiro em Espanha, a Google anunciou que vai encerrar naquele país o seu serviço Google News, o agregador e pesquisador de notícias, por considerar que a sua continuidade não é viável. 

Apesar de a nova legislação, que obriga a empresa a pagar este serviço aos meios de comunicação social, só começar a ser aplicada no início do próximo ano, a Google irá rever o conteúdo publicado pelos media espanhóis já partir do próximo dia 16. 

Independentemente de os meios quererem cobrar este serviço ou não, a reforma da nova lei de propriedade intelectual implica o pagamento de uma taxa de revisão de imprensa. A medida, que visa afetar sites que agregam notícias, pretende "compensar" as publicações espanholas cujos conteúdos constem nesses motores de pesquisa. 

Richard Gingras, responsável pelo portal Google News, argumentou contra a decisão, afirmando que o serviço não obtém qualquer tipo de benefícios ou lucros com a pesquisa, uma vez que o sítio não contém publicidade. Acresce que, em países onde foram adotadas leis semelhantes mas sem a obrigatoriedade da cobrança, deixando-a ao critério dos meios de comunicação, muitos optaram por não receber nada, por beneficiarem do tráfego gerado pelas menções no Google News.