Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Google desce à Terra e abre em Londres a sua primeira loja

  • 333

Um visitante utiliza o Google Maps num grande ecrã, disponível na primeira loja física que a tecnológica abriu em Londres

ANDREW COWIE/EPA

The Google Shop é o nome do primeiro espaço físico da tecnológica. O objetivo é possibilitar um local onde os visitantes possam experimentar tudo o que a marca tem para oferecer. E mais duas lojas estão já na calha.

A primeira loja física da Google foi inaugurada esta quarta-feira na Tottenham Court Road, em Londres. The Google Shop foi o nome escolhido para o espaço onde estarão à venda a gama de telemóveis e tablets Android, portáteis Chromebook e ainda a Chromecast - um serviço de transmissão multimédia.

Esta foi a primeira vez que a Google abriu uma loja com o seu próprio nome e com o conceito brick and mortar - que permite uma permanente interação dos produtos com os clientes. O diretor de marketing da Google no Reino Unido, James Elias, diz que a tecnológica está "muito animada" por lançar uma loja física "pela primeira vez em todo o mundo".

"O ritmo de inovação dos gadgets que utilizamos é incrível, mas a forma como são comprados manteve-se a mesma durante anos. Com The Google Shop queremos oferecer às pessoas um espaço onde podem experimentar e aprender tudo o que temos para dar", acrescentou James Elias.

Maior interatividade com produtos da Google 

Além da gama de produtos que a loja disponibiliza para venda direta, o público pode viajar virtualmente para qualquer canto do mundo - num ecrã intitulado de "Portal" -, através do Google Earth.

A multinacional espera ainda poder dar aos visitantes, numa segunda fase, aulas e tutoriais sobre segurança online, assim como a forma correta de utilizar os dispositivos que comercializa. A Apple Store também tem um programa similar, em que dá aulas gratuitas sobre como utilizar o hardware e software da empresa.

A Google já havia, em 2011, inaugurado uma Chromezone, em parceria com a companhia britânica Currys Pc World. Também na Austrália a marca abriu uma Androidland. Mas esta é a primeira vez que a marca abre uma loja com o seu próprio nome. 

De acordo com o jornal britânico "The Telegraph", a Google pretende abrir mais duas lojas com o mesmo conceito em Fulham, no sudoeste de Londres, e em Thurrock, no condado de Essex.