Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Forças iraquianas recuperam terreno a norte e oeste de Bagdade

Vinte localidades a norte e oeste de Bagdade, que estavam na mão de jihadistas do autoproclamado Estado Islâmico, foram hoje recuperadas pelas forças iraquianas.

As forças iraquianas lançaram hoje, com a ajuda de milícias tribais e da aviação internacional, várias ofensivas em simultâneo em 20 localidades a norte e oeste de Bagdade que estavam nas mãos de jihadistas, informaram fontes de segurança. As ofensivas resultaram em dezenas de mortes do lado dos combatentes do grupo radical Estado Islâmico (EI).

Na província ocidental de Al Anbar, catorze aldeias foram recuperadas pelo exército iraquiano na zona de Al Yazira, a oeste da cidade de Al Ramadi.

Além disso, a aviação da coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos, bombardeou hoje um comboio de veículos e carros blindados do EI perto da cidade de Hadiza, a 190 quilómetros a noroeste de Al Ramadi, o que causou a morte de dezenas de terroristas e danos materiais.

Por outro lado, uma fonte da segurança da província de Saladino, a norte de Bagdade, explicou à agência Efe que as forças iraquianas lançaram uma ampla ofensiva a sul desta zona.

As forças iraquianas iniciaram uma operação em áreas situadas a norte da localidade de Al Dalueia, a 90 quilómetros a sul da cidade de Tikrit, capital de Saladino.

Nesta operação também libertaram a povoação de Al Tarisha e outras cinco povoações a sul de Al Dalueia, segundo a mesma fonte, que acrescentou que estas ações continuaram até à recuperação de todas as zonas sob controlo do EI a sul de Saladino.

O EI lançou uma ofensina relâmpago em junho passado e tomou as zonas do norte e centro do Iraque, ao mesmo tempo que proclamou um califado numa zona de fronteira entre o Iraque e a Síria.