Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

FMI suspende ajuda à Grécia até tomada de posse de novo Governo

Deputados gregos chumbaram esta segunda-feira, pela terceira vez, o candidato presidencial da maioria. FMI suspende a ajuda monetária porque não gosta do cenário que obriga à realização de eleições legislativas antecipadas a 25 de janeiro.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou esta segunda-feira, em Washington, que suspende a ajuda à Grécia até à formação do Governo que vencer as eleições antecipadas. "Negociações com as autoridades gregas sobre a sexta tranche do programa de ajuda só vão ser concluídas após a tomada de posse do novo Governo", disse em Washington o porta-voz do FMI, Gerry Rice.

O mesmo responsável disse ainda que o FMI já consultou a Comissão Europeia e o Banco Central Europeu (BCE).

As eleições legislativas foram antecipadas esta segunda-feira para o próximo dia 25 de janeiro, após a derrota parlamentar para escolha do candidato presidencial proposto pelo Governo de coligação (Nova Democracia e PASOK) liderado por Antonis Samaras.

A próxima avaliação da troika (FMI, BCE e Comissão Europeia) estava marcada para meados de janeiro.