Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

EUA. Hillary apoia o casamento homossexual

  • 333

Hillary Clinton em campanha no Iowa

Rick Wilking​ / REUTERS

A candidata democrata disse que a igualdade no casamento é um direito constitucional e deveria ser permitido em todo o país. No entanto, até há bem pouco tempo, Hillary dizia que o casamento entre pessoas do mesmo sexo devia ser legislado dentro de cada estado. 

Pouco mais de 72 horas depois de se apresentar como candidata às Presidenciais de 2016, Hillary Clinton falou da sua posição sobre o casamento gay. Até agora tinha fugido um pouco às questões, mas esta quarta-feira deixou claro que é a favor da legalização em todo o país.

"Hillary Clinton apoia a igualdade no casamento e espera que o Supremo Tribunal esteja ao lado dos casais do mesmo sexo e garanta esse direito constitucional", disse um porta-voz de Clinton, citado pelo jornal "The Guardian".

Esta é uma bandeira diferente da que defendia em junho do ano passado. No passado, em entrevista a uma rádio pública, Hillary disse que este era um tema para ser resolvido dentro de cada estado. "Para mim, o casamento sempre foi um assunto deixado para os estados", comentou.

Segundo o "Guardian", os ativistas da comunidade LGBT - lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgéneros - consideram esta mudança um marco importante, embora seja numa altura conveniente. Além de estar em período de campanha, aproxima-se a data em que o Supremo Tribunal vai ouvir, a 28 de abril, os argumentos sobre a constitucionalidade das proibições estaduais de casamentos homossexuais. A decisão é depois esperada em junho, onde poderá ser tornado legal o casamento entre pessoas do mesmo sexo em todo o país.

Curiosamente, enquanto era primeira-dama, o marido de Hillary Clinton e Presidente à altura, Bill Clinton, assinou a Lei de Defesa do Casamento, que proibia o Governo federal de reconhecer o casamento homossexual. Bill Clinton admitiu, anos mais tarde, estar arrependido por ter assinado.