Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Encontrado barco com 30 imigrantes mortos

Getty

Mais uma tragédia de imigrantes que morrem ao tentar a chegar à Europa.

A marinha italiana encontrou na madrugada desta segunda-feira cerca de 30 imigrantes mortos num pesqueiro que estava a atravessar o canal da Sicília. Seguiam cerca de 600 pessoas a bordo.

Ao que tudo indica, a causa da morte terá sido a asfixia devido à sobrelotação da embarcação, segundo indicou a agência de notícias italiana Ansa.

A descoberta ocorreu quando as equipas de resgate subiram a bordo para retirar de imediato os mais necessitados. Entre o grupo encontravam-se duas mulheres grávidas.

A sobrelotação de embarcações, muitas das quais extremamente precárias, que tentam levar imigrantes de África para a Europa é muito comum e por diversas vezes foram encontradas pessoas sem vida a bordo das mesmas, mas as autoridades italianas nunca se depararam com um número tão elevado de vítimas.

 

Sessenta mil chegaram a Itália este ano

Mais de 1600 imigrantes foram resgatados pela marinha italiana no último fim de semana.

Os resgates ocorrem no âmbito da operação de reforço do patrulhamento da costa do sul Itália lançada no outono do ano passado, após dois naufrágios ocorridos próximo de Lampedusa e de Malta terem causado cerca de 400 mortos.

Em 2014, já chegaram ao sul de Itália mais de 60 mil imigrantes e refugiados, devendo este ano bater-se o recorde de 63 mil registados em 2011, altura em que afluxo aumenta em sequência da instabilidade política no Norte de África que se seguiu às mudanças despoletadas pela Primavera Árabe.