Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Elton John com saco de Dolce & Gabbana após apelar ao boicote

  • 333

Elton John foi "apanhado" com um saco da Dolce & Gabbana, um dia depois de ter apelado ao boicote à marca italiana

Captura de ecrã

Um dia depois de ter anunciado um boicote à Dolce & Gabbana - em protesto pelas declarações da dupla contra as adopções por casais homossexuais e contra as barrigas de aluger e a fertilização in vitro - o músico foi fotografado em Los Angeles levando consigo um saco com a marca dos criadores italianos. 

Elton John surge com um saco da Dolce & Gabbana, em fotografias que segundo "Daily Mail" foram captadas esta segunda-feira à entrada de um estúdio discográfico de Los Angeles, ou seja um dia depois do músico ter expressado a sua irritação nas redes sociais e ter declarado que ia boicotar a marca, por a dupla de criadores italianos se ter manifestado contra as adoções de crianças por casais gays, contra as barrigas de aluger e a fertilização in vitro.

"Ele entrou para um estúdio de gravação, não foi às compras", justificou  um porta-voz do músico, citado pelo tabloide britânico, que publicou as fotografias de Elton John com um saco da Dolce & Gabbana. 

A polémica foi desencadeada por uma entrevista à revista italiana "Panorama", dada pelos estilistas, que para além da relação profissional mantêm há décadas uma relação conjugal assumida publicamente. "Nós opomo-nos às adoções por gays. A única família é a tradicional (...) Crianças geradas pela química, são crianças sintéticas", disseram. 

Elton John, que é casado com David Furnish, com quem tem dois filhos gerados através fertilização in vitro, não tardou em expressar o seu profundo choque com essas declarações. "Como se atrevem a referir-se às minhas lindas crianças como sintéticas (...) E deviam ter vergonha de apontar os dedos acusadores à fertilização in vitro, um milagre que permitiu a legiões de de pessoas, tanto heteros como gays, realizarem o seu sonho de serem pais". 

"O vosso pensamento arcaico está atrasado no tempo, assim como as vossas criações de moda. Nunca mais voltarei a vestir Dolce & Gabbana. #BoycottDolceGabbana", escreveu o músico.

Ou seja, aplica-se aqui a velha máxima "faz o que eu digo, não faças o que eu faço".