Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ela pagou €48 milhões para ir cantar ao espaço

  • 333

Sarah Brightman confessa que está a trabalhar com o ex-marido Andrew Llyod-Webber numa canção que se "adapte à ideia de espaço"

Andy Rain/EPA

A cantora britânica Sara Brightman está a trabalhar com o ex-marido Andrew Llyod-Webber numa canção que será interpretada no espaço. Brightman cantará a partir da Estação Espacial Internacional, para onde viajará em setembro.

Pela "modesta" quantia de 35 milhões de libras (48,6 milhões de euros), a cantora Sarah Brightman adquiriu o direito a um voo turístico para a Estação Espacial Internacional. Um desejo antigo, como confessou Brightman esta terça-feira, ao contar que a ida do Homem à Lua, quando tinha nove anos, mudou a sua "perceção acerca da vida".

Agora, a soprano de 54 anos está a treinar 16 horas por dia, perto de Moscovo, para se preparar para o seu voo de seis horas até à estação espacial e, posteriormente, uma estadia de 10 dias em órbita à volta da Terra. Durante esse período no espaço, a cantora irá... cantar.

Esta terça-feira de manhã, durante um evento em Londres, Brightman confessou que está a trabalhar com o ex-marido, o premiado compositor Andrew Llyod-Webber, numa canção que se "adapte à ideia de espaço e algo que seja incrivelmente simples", adiantando que já surgiu "um verso lindíssimo". Sarah acrescentou ainda que poderá fazer alguns passos da coreografia de "I Lost My Heart To A Starship Trooper", o seu primeiro single de sucesso, datado de 1978.

O voo irá realizar-se no dia 1 de setembro e tornará Brightman a primeira cantora profissional a viajar e a cantar no espaço.