Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Descoberto anel de piloto britânico "desaparecido em combate" há 70 anos

  • 333

O anel com a inscrição "Joyce & John" foi descoberto numa montanha a 40 quilómetros a norte da capital albanesa Tirana

GENT SHKULLAKU/AFP/Getty Images)

John Thompson, um piloto britânico de operações especiais da II Guerra Mundial, estava desaparecido em ação desde 1944. Esta segunda-feira, passados 70 anos, a família recebeu o seu anel e encerrou um capítulo das suas vidas.

O avião que o piloto britânico John Thompson, de 23 anos, pilotava despenhou-se na Albânia no dia 29 de outubro de 1944, durante uma missão de transporte de materiais de assistência para os militantes antinazis, em plena II Guerra Mundial.

Dezasseis anos maistarde, em 1960, Jaho Cala descobriu o dedo do piloto com um anel colocado, onde se lia "Joyce & John", na montanha Sinoi, a 40 quilómetros a norte da capital albanesa, Tirana. Receando que as autoridades comunistas o encontrassem, Cala guardou o anel e escondeu-o em sua casa. Mais tarde, pediu ao seu filho Xhemil que procurasse a família do piloto, para que o anel pudesse ser devolvido.

Após a morte do Jaho Cala, Xhemil cumpriu o desejo do seu pai e contactou as embaixadas dos Estados Unidos e do Reino Unido. Passados três meses, a embaixada britânica confirmou que o anel pertencia a Thompson e contactou a sua família.

Dorothy Webster, agora com 92 anos, irmã mais nova do piloto britânico, recebeu esta segunda-feira o anel pertencente ao antigo piloto briotânico, juntamente com uma caixa de detritos do avião Halifax que foi abatido

Dorothy Webster, agora com 92 anos, irmã mais nova do piloto britânico, recebeu esta segunda-feira o anel pertencente ao antigo piloto briotânico, juntamente com uma caixa de detritos do avião Halifax que foi abatido

GENT SHKULLAKU/AFP/Getty Images)

Dorothy Webster, irmã mais nova de John, agora com 92 anos, recebeu esta segunda-feira o anel pertencente ao irmão, juntamente com uma caixa de detritos do avião Halifax. Ficou "radiante", segundo o seu filho Brian. "O nosso avô e avó nunca trancaram a casa em Matlock, à espera do seu filho desaparecido," acrescentou, citada pela agência Associated Press.

Philip Thompson, sobrinho de John, revelou também que as autoridades britânicas nunca falaram sobre John aos seus sobrinhos, "porque ele fazia parte de uma operação secreta na Albânia."

O albanês Xhemil Cala, filho do homem que descobriu em 1960 o anel do piloto britânico morto em combate dezasseis anos antes, beija a mão de Dorothy Webster, irmã de John Thompson, na cerimónia realizada esta manhã em Tirana

O albanês Xhemil Cala, filho do homem que descobriu em 1960 o anel do piloto britânico morto em combate dezasseis anos antes, beija a mão de Dorothy Webster, irmã de John Thompson, na cerimónia realizada esta manhã em Tirana

GENT SHKULLAKU/AFP/Getty Images

A cerimónia de entrega realizou-se esta manhã no Ministério da Defesa albanês e contou com a presença de Dorothy, dos quatro sobrinhos de John e de outros membros da família Thompson.