Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Deputado ucraniano detido em manifestação de homenagem a Nemtsov

  • 333

Getty

Aleksandr Goncharenko divulgou a mensagem da sua detenção no Facebook. 

A polícia russa deteve hoje, em Moscovo, o deputado ucraniano Aleksandr Goncharenko, que estava no país para participar na manifestação de homenagem a Boris Nemtsov.

A informação, entretanto confirmada pelo ministério do Interior da Rússia, foi avançada pelo próprio deputado na sua página no Facebook. "A polícia prendeu-me. Eu não estava a cantar nenhum 'slogan', não estava a empunhar nenhum cartaz, nem bandeira. Prenderam-me apenas por causa de uma 't-shirt'. Agora, vão levar-me para a esquadra", escreveu Gontchrenko, de acordo com a AFP.

Milhares de pessoas estiveram hoje nas ruas para prestar homenagem a Boris Nemtsov, antigo vice-primeiro-ministro russo e um dos líderes da oposição contra o Vladimir Putin, assassinado esta sexta-feira.

Aleksandr Goncharenko, de 34 anos, é um apoiante do Presidente ucraniano Petro Poroshenko. 

A manifestação de hoje, autorizada depois do protesto contra a guerra na Ucrânia ter sido cancelado, passou pela ponte onde o político foi abatido a tiro. A organização diz que estavam cerca de 70 mil pessoas nas ruas, já a polícia russa contrapõe com 21 mil.