Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Confirmado: destroços encontrados são mesmo do avião da AirAsia

Presidente da AirAsia, Tony Fernandes, declarou-se devastado com a confirmação e ofereceu as condolências aos familiares dos 162 passageiros e tripulantes do aparelho que foi encontrado no Mar de Java.  

As entidades oficiais indonésias confirmaram que os corpos e os destroços encontrados esta terça-feira no Mar de Java, próximo da ilha de Borneo, são mesmo do avião do voo QZ8501 da AirAsia que desapareceu no domingo passado, segundo refere uma declaração da companhia aérea.

"O meu coração está cheio de tristeza por todos os familiares envolvidos no QZ8501 (...) Em nome da AirAsia, as minhas condolências para todos. As palavras não conseguem exprimir o quanto lamento", escreveu Tony Fernandes numa mensagem divulgada na rede social Tweeter.

O Presidente indonésio, Joko Widodo, disse aos media que foram dadas indicações a todas as equipas envolvidas nas operações para que se centrem na busca pelos 162 passageiros e membros da tripulação.

A marinha indonésia anunciou anteriormente que cerca de 40 corpos já haviam sido resgatados, mas outros responsáveis indonésios indicaram entretanto que esse número deverá ser inferior.

Cerca de 30 embarcações e 21 aviões da Indonésia, Austrália, Malásia, Singapura, Corea do Sul e Estados Unidos participaram nas buscas, que abrangeram uma área de 10 mil milhas náuticas quadradas.

O avião - um Airbus320-200 que descolara no domingo de Surabaya, uma das maiores cidades indonésias, com destino a Singapura - desapareceu após o comandante ter começado por desviar a rota devido uma tempestade e pedido depois autorização para subir dos 9800 metros para os 11500 metros.