Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Banco do Canadá. Por favor, parem de criar Spocks nas notas de cinco dólares

  • 333

A moda começou após a morte do ator Leonard Nimoy, na passada sexta-feira, com os fãs canadianos do "Star Trek - o Caminho das Estrelas" a pintarem os característicos cabelos, sobrancelhas e patilhas vulcânicas à Spock na imagem do antigo primeiro-ministro Wilfrid Laurier, presente nas notas de cinco dólares.

O Banco do Canadá está a apelar aos fãs do "Star Trek - o Caminho das Estrelas" para que parem de dar cabo das notas de cinco dólares, pintando as sobrancelhas, os cabelos e as patilhas vulcânicas, que faziam parte da imagem futurista da personagem Spock, adulterando o retrato de Wilfrid Laurier, personalidade histórica do Canadá, que chefiou o seu sétimo Governo.

A moda surgiu em forma de tributo a Leonard Nimoy, o ator que fez de Spock na célebre série televisiva dos anos 1960, que faleceu na passada sexta-feira. Para além das pintarem, muitos estão também a fotografá-las e a exibirem as notas nas redes sociais como o Twitter.

O problema é que a legislação canadiana não proíbe que se pintem as notas, restando ao banco central tentar sensibilizar os fãs para que parem de criar Spocks com as suas notas.

"Há importantes motivos para que não deva ser feito. Escrever numa nota de banco pode interferir com as características que comprovam a sua autenticidade e diminuir o seu tempo de vida. As marcas numa nota também podem levar a que não seja aceite numa transação. Para além disso, o Banco do Canadá sente que escrever e marcar notas de banco é inapropriado, porque elas são um símbolo do nosso país e uma fonte do orgulho nacional", apela o banco central canadiano.