Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Arábia Saudita recusa oferta de quatro macacos... por Suécia falar em Direitos Humanos

  • 333

Declarações de Margot Wallstrom causaram muita polémica em Riade

Claudio Bresciani/Reuters

É o último episódio de uma zanga que começou por uma ministra sueca criticar a situação das mulheres no país árabe.

Luís M. Faria

Jornalista

Continua a polémica entre a Arábia Saudita e Suécia. Depois de Riade ter conseguido impedir que a ministra sueca dos Negócios Estrangeiros discursasse na cimeira árabe - Margot Wallstrom tencionava falar sobre Direitos Humanos, em especial a situação das mulheres no reino saudita - agora foi um jardim zoológico local a recusar uma oferta há muito acordada. O zoo Skansen, em Estocolmo, ia enviar quatro macacos pigmeus da Amazónia a um zoo em Riade, mas este último acabou por dizer que não.

Os macacos em questão são minúsculos, pesando cerca de 100 gramas cada um, mas o gesto dos sauditas vai ter um eco desproporcionado, até porque se segue ao cancelamento de um grande contrato de armamento e a bloqueios nos vistos para empresários suecos.

Conforme explica o diretor do zoo Skansen, "é um pouco cómico". "Vou ter de esperar até voltarem a dar vistos a homens de negócios. Talvez aí os macacos também recebam vistos", comentou.