Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ainda falta resgatar 168 pessoas do ferry Norman Atlantic

Reuters

Os últimos números indicam que já foram resgatadas 310 pessoas do ferry que se incendiou no domingo no mar Adriático.  

A Marinha italiana elevou para 310 o número de passageiros resgatados do ferry que se incendiou no domingo, no mais recente balanço divulgado às 8h30 (menos uma hora em Lisboa).

A bordo do Norman Atlantic seguiam 478 pessoas, pelo que ainda falta retirar do ferry, que fazia a ligação entre a Grécia e a Itália, 168, segundo os dados divulgados pela Marinha italiana.

As operações de salvamento decorreram durante a noite de domingo e madrugada desta segunda-feira, apesar das adversas condições do Mar Adriático.

O acidente com o ferry, fustigado por um mar tempestuoso, além do frio e do fumo de um incêndio a bordo - entretanto dado como circunscrito - resultou numa vítima mortal, um passageiro grego que caiu ao mar com a sua mulher, a qual foi retirada das águas.

O incêndio no navio, que fazia a ligação entre Patras, na Grécia, e Ancona, em Itália, deverá ter começado no convés destinado aos veículos quando o ferry se encontrava a cerca de 81 quilómetros da ilha grega de Corfu.

A bordo do ferry estão entre 20 a 25 camiões carregados de azeite, num total de 195 veículos.

O ministro da Marinha grego informou que 268 passageiros são gregos e a tripulação é composta por 22 italianos e 34 gregos. Viajam ainda no navio 54 turcos, 44 italianos, 22 albaneses, 18 alemães, além de cidadãos suíços, franceses, russos, austríacos, britânicos e holandeses.