Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Acidente nuclear na Ucrânia

Central nuclear de Zaporizhye

DR

Avaria afetou o sistema elétrico de central nuclear que produz 44% da energia elétrica consumida no país. Governo garante que não é grave. "Estamos a fazer tudo para reparar esta avaria."

O primeiro-ministro ucraniano confirmou esta quarta-feira a ocorrência de um acidente na Central Nuclear de Zaporizhye, 440 quilómetros a sudeste da capital, Kiev.

"Sei que o acidente aconteceu em Zaporizhye", disse Arseny Yatseniuk, numa conferência de imprensa. 

A delegação ucraniana da agência de notícias russa Interfax, citado pela Reuters, informa que o problema ocorreu no reator n.º 3, de um gigawatt, o qual só deverá voltar a trabalhar esta sexta-feira.

O ministro da Energia já confirmou a informação avançada pela Interfax, garantindo ainda que a avaria afetou o sistema elétrico e que o núcleo do reator está seguro. "Foi um curto-circuito", disse Volodymyr Demtchichine.

"Não há qualquer tipo de emissões, nem problemas com o reator, que não foi afetado pelo acidente. Estamos a fazer tudo para reparar esta avaria", sublinhou o responsável pela pasta da Energia.

Um comunicado publicado no site da central informa que o nível de radiação nesta zona não registou qualquer tipo de alteração.

Em atividade desde 1985, a Central Nuclear de Zaporizhye é formada por seis reatores que produzem, segundo a Agência Internacional de Energia Atómica, 44% da energia elétrica consumida na Ucrânia.

Este avaria já está a afetar gravemente o fornecimento de energia elétrica, numa altura em que as temperaturas do ar previstas para esta quarta-feira oscilam entre os 8 e os 16 graus negativos.