Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

A libertação de Auschwitz

A 27 de janeiro de 1945, as tropas do general soviético Petrenko conquistaram a cidade polaca de Oswiecim. Depararam, então, com o campo de Auschwitz (nome alemão da cidade). Pela primeira vez, confirmava-se a veracidade dos relatos que tinham chegado ao Ocidente a respeito do extermínio sistemático dos judeus.

FOTO CHRISTOPHER FURLONG / GETTY IMAGES

Os soldados depararam com um panorama aterrador: montes de cadáveres, do meio dos quais saíram sete mil sobreviventes famélicos e enregelados. Poucas horas antes, os SS tinham queimado vivos várias dezenas de prisioneiros, ao incendiarem um dos barracões. Sobre um dos portões, uma inscrição proclamava cinicamente "Arbeit Macht Frei", ou seja, "o trabalho liberta". Aqui, o médico Joseph Mengele, o "Anjo da Morte", realizou as mais sinistras experiências, utilizando prisioneiros adultos e crianças como cobaias. Esta é a cronologia da libertação de Auschwitz.