Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Viúva de Nobel da Paz Liu Xiaobo autorizada a deixar a China

Liu Xia, viúva do ativista Liu Xiaobo

Petar Kudjundzic/Reuters

Liu Xia nunca foi acusada de qualquer crime mas encontrava-se em prisão domiciliária desde que o marido ganhou o prémio em 2010. Liu Xiaobo tinha sido preso no ano anterior por incitamento à subversão, acabando por morrer vítima de um cancro no fígado

A viúva do Prémio Nobel da Paz Liu Xiaobo foi autorizada a deixar a China, embarcando, esta terça-feira, num voo para Berlim. A informação é avançada pela BBC, que cita amigos da família.

Liu Xia, que nunca foi acusada de qualquer crime, encontrava-se em prisão domiciliária desde que o marido ganhou o prémio em 2010. Em maio, disse que estava disposta a morrer em protesto contra a sua detenção.

O marido era professor universitário e defensor dos direitos humanos, tendo sido preso em 2009 por incitamento à subversão. Acabaria por morrer vítima de um cancro no fígado.

A autorização concedida a Liu Xia para deixar a China acontece na sequência do pedido reiterado de Berlim e numa altura em que o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, se encontra na Alemanha.