Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alemanha registou mais de 93 mil pedidos de asilo no primeiro semestre de 2018

Omer Messinger / Getty Images

“As mais de 93.000 solicitações de asilo no primeiro semestre de 2018 mostram que muitas pessoas que alegam precisar de proteção ainda chegam à Alemanha”, disse o ministro do Interior, Horst Seehofer, em comunicado

A Alemanha registou, no primeiro semestre deste ano, um total de 93.316 pedidos de asilo, 18.300 menos do que há um ano, anunciou esta terça-feira o Ministério do Interior alemão, em comunicado.

Os principais países de origem dos requerentes (que solicitaram asilo formalmente) são a Síria (22.520), seguido do Iraque (9015), Afeganistão (6222), Nigéria (6141), Irão (4730), Turquia (4329), Eritreia (3722), Somália (3260), Geórgia (2710) e Rússia (2605).

“As mais de 93.000 solicitações de asilo no primeiro semestre de 2018 mostram que muitas pessoas que alegam precisar de proteção ainda chegam à Alemanha”, disse o ministro do Interior, Horst Seehofer, em comunicado.

O responsável especificou que em relação a maio, o número de pedidos subiu mais de 6%, o que torna cada vez mais provável que o limite para a chegada de refugiados entre 180.000 e 220.000 por ano estabelecido no acordo de coligação “seja alcançado ou mesmo superado”, advertiu.

O Gabinete Federal para a Imigração e os Refugiados (BAMF, na sigla em alemão) resolveu, entre janeiro e junho, um total de 125.190 pedidos de asilo, 69,3% ou 282.957 menos do que no mesmo período do ano passado.

Um total de 19.433 pessoas (15,5%) receberam o estatuto de refugiado, 14.084 pessoas (11,3%) receberam proteção subsidiária, enquanto no caso de 6165 pessoas (4,9%), o BAMF proibiu sua expulsão.

Enquanto isso, as solicitações de 45.198 pessoas (36,1%) foram negadas.

Entretanto, 40.310 pedidos (32,2%) foram resolvidos de acordo com o regulamento de Dublin — que estabelece que o país que deve ficar a cargo de um pedido de asilo é aquele em que a pessoa pisou pela primeira vez no território comunitário.

Só no mês de junho, a Alemanha registou um total de 13.254 pedidos de asilo — 11.509 novos e 1745 renovações —, apresentadas principalmente por cidadãos da Síria (3002), Iraque (1252) e Afeganistão (1009).