Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícia mexicana deteta 53 migrantes da América Central num camião

No total, 28 crianças e 25 adultos da América Central, na maioria das Honduras, viajavam na carga de um camião de mercadorias. Foram intercetados pela polícia mexicana na zona de Villahermosa, estado de Tabasco

Cinquenta e três migrantes, maioritariamente das Honduras, que viajam na parte da carga de um camião, em condições desumanas, foram detetados no domingo no sudeste do México anunciaram esta segunda-feira as autoridades mexicanas.

No total, 28 crianças e 25 adultos, entre os quais seis mulheres e 19 homens, da América Central, na maioria das Honduras, viajavam na carga de um camião de mercadorias quando foram intercetados pela polícia mexicana na zona de Villahermosa, Estado de Tabasco, refere um comunicado oficial divulgado esta segunda-feira.

Os migrantes, muitos dos quais doentes em virtude das más condições da viagem, disseram que a carga do camião onde se encontravam não tinha oxigénio suficiente e que lhes faltou água para beber.

Mais de meio milhão de pessoas cruzam de forma irregular a fronteira sul do México em direção aos Estados Unidos, segundo os últimos números divulgados pelas Nações Unidas.

As situações de pobreza e de violência em países como a Guatemala, El Salvador e Honduras são os principais motivos que levam as pessoas a procurar uma vida melhor nos Estados Unidos.

De acordo com as Nações Unidas, durante a passagem pelo México um número significativo de migrantes acaba por ser vítima de abusos por parte de grupos criminosos e de traficantes de seres humanos.