Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Doze pescadores congoleses mortos por soldados do Uganda

Doze pescadores congoleses foram mortos por soldados ugandeses no Lago Eduardo, que é compartilhado pela República Democrática do Congo e o Uganda

Jean Chung/Getty

As relações entre a República Democrática do Congo e Uganda são problemáticas no contexto da partilha dos recursos energéticos

Doze pescadores congoleses foram mortos por soldados ugandeses e uma dezena de pessoas estão desaparecidas, num caso que ocorreu no Lago Eduardo, que é compartilhado pela República Democrática do Congo e o Uganda, disse hoje uma autoridade congolesa.

"Das represálias do exército do Uganda contra pescadores desarmados, o balanço provisório é de 12 mortos e uma dezena de desaparecidos", disse o secretário executivo adjunto do governo da província de Kivu do Norte, Muhindo Kyakwa, em declarações à agência France Press.

As relações entre a República Democrática do Congo e Uganda são problemáticas no contexto da partilha dos recursos energéticos, em particular do Lago Eduardo, onde os conflitos se multiplicaram desde o início deste ano.