Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Brexit “é o maior problema na história das relações entre a UE e o Reino Unido”, afirma Donald Tusk

Jack Taylor/Getty

Presidente do Conselho Europeu vincou que a ideia de o Reino Unido abandonar o bloco comunitário não terminou com a saída de Davis, nem mesmo com a recém-anunciada demissão do ministro dos Negócios Estrangeiros

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, afirmou nesta segunda-feira que o "desastre" causado pelo 'Brexit' é o maior problema na história das relações entre a União Europeia (UE) e o Reino Unido, e que está longe de ser solucionado. Instado a comentar a demissão do ministro para o 'Brexit', David Davis, o presidente do Conselho Europeu lembrou que os políticos vão e vêm, mas que os problemas que causaram às pessoas permanecem.

"O desastre causado pelo 'Brexit' é o maior problema na história das relações entre a UE e o Reino Unido e ainda está muito longe de estar solucionado, com ou sem o senhor Davis", defendeu Tusk numa conferência de imprensa posterior à Cimeira entre os 28 e a Ucrânia, em Bruxelas. O político polaco vincou que "infelizmente" a ideia de o Reino Unido abandonar o bloco comunitário não terminou com a saída de Davis, nem mesmo com a recém-anunciada demissão do ministro dos Negócios Estrangeiros.

Sobre a demissão de Boris Johnson, Tusk disse poder repetir exatamente as mesmas considerações que fez sobre David Davis.
Já o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, assegurou, em tom irónico, que a saída de Johnson do Governo britânico demonstra "com clareza" que "havia unidade" na reunião de sexta-feira passada do executivo do Reino Unido.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Boris Johnson, anunciou a sua demissão, confirmou fonte do governo à BCC, horas depois da demissão do ministro para o 'Brexit', David Davis. David Davis havia invocado discordar com o plano revelado na sexta-feira para a criação de uma zona de comércio livre entre o Reino Unido e União Europeia que implicava manter o mesmo conjunto de regras para bens.

O Reino Unido vai deixar a União Europeia em 29 de março de 2019, dois anos após o lançamento oficial do processo de saída, e quase três anos após o referendo de 23 de junho de 2016 que viu 52% dos britânicos votarem a favor do 'Brexit'.