Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Somália. Pelo menos nove mortos em explosões combinadas em Mogadíscio

Forças de segurança defendem a área atacada do palácio presidencial em Mogadíscio

FEISAL OMAR / Reuters

Duas violentas explosões sacudiram este sábado o centro da capital da Somália, atingindo as instalações da presidência e uma esquadra de polícia

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

Tudo indica que virá a aumentar o número de mortos em consequência da explosão,este sábado, de um carro armadilhado e de um segundo rebentamento, também perto das instalações presidências, este em frente a uma esquadra de polícia em Mogadíscio, anunciou a agência Reuters.

No exterior do edifício, havia entre quatro e cinco atacantes armados com rockets e metralhadoras, que enfrentaram as forças de segurança enquanto uma série de novas explosões abalavam o palácio presidencial.

Dezenas de pessoas forma por fim resgatadas enquanto ecoavam as sirenes das ambulâncias e se disparavam tiros para dispersar os observadores e motoristas no local.

A responsabilidade das explosões foi reivindicada pelo grupos islamista Al-Shabaab que atua há anos na Somália e tem por objetivo derrubar o Governo apoiado pela comunidade internacional, expulsar missão de manutenção de paz da União Africana AMISOM e estabelecer um regime radical islâmico da sharia.