Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Recuperados 21 corpos em naufrágio na Tailândia

REUTERS

Na sequência do naufrágio de uma embarcação no sul da Tailândia, ao largo da ilha turística de Phuket, os mergulhadores avistaram, pelo menos, mais dez corpos a flutuar. Balanço anterior falava também em 45 desaparecidos

As equipas de socorro conseguiram, para já, recuperar os corpos de 21 das vítimas mortais resultantes do naufrágio de uma embarcação no sul da Tailândia, ao largo da ilha turística de Phuket. São sobretudo chineses, dizem as autoridades. O acidente aconteceu esta quinta-feira e os mergulhadores afirmam ter visto pelo menos mais dez corpos a flutuar. Balanço anterior falava também em 45 pessoas desaparecidas.

A Marinha tailandesa, responsável pelas operações de busca e salvamento, acredita que o número de mortos deve aumentar.

O último balanço oficial apontava para um morto, um turista chinês, e 56 desaparecidos. No entanto, ao início da manhã, as autoridades afirmaram ter encontrado, sem vida, mais nove pessoas.

De acordo com o oficial da Marinha Narong Aurabhakdi, alguns corpos foram encontrados por mergulhadores, ao passo que outros flutuavam na água.

A embarcação afundou-se nas proximidades da ilha de Hae (coral), a cerca de dez quilómetros a sul de Phuket.

As buscas, que tinham sido suspensas na quinta-feira devido às condições meteorológicas adversas, nomeadamente ondulação intensa e ventos fortes, que afetam a zona, foram reativadas nesta manhã, afirmou o comandante da polícia de Phuket, Teerapol Tipcharoen.

Também na quinta-feira, uma segunda embarcação de turismo naufragou a sudeste da ilha da Phuket.

As autoridades locais confirmaram que os 39 turistas europeus e chineses, a bordo da segunda embarcação, foram todos resgatados.

As previsões meteorológicas indicam que a zona vai ser afetada por condições adversas até à próxima terça-feira.

A temporada de monções, caracterizada por chuvas fortes, afeta todos os anos a Tailândia, entre junho e outubro.

(Artigo atualizado às 12h20)