Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Síria. Rebeldes do sul anunciam fracasso das negociações com os russos

YASIN AKGUL/Getty

Nações Unidas estimam entre 270 mil e 330 mil os sírios que fugiram da zona desde que a 19 de junho se iniciou a ofensiva do regime para expulsar os rebeldes

Os rebeldes do sul da Síria anunciaram nesta quarta-feira o fracasso das negociações com os representantes da Rússia, aliada do regime, sobre o futuro das zonas insurgentes na província de Deraa, alvo de uma ofensiva das forças pró-governamentais. "Fracasso das negociações com o inimigo russo", anunciou um grupo que junta as diferentes fações rebeldes do sul na rede social Twitter.

"As negociações não chegaram a qualquer resultado (...) Não foi marcada uma nova data" para o recomeço do diálogo, disse à agência France Presse o porta-voz do grupo, Ibrahim al-Jabbawi.
Dados das Nações Unidas estimam entre 270.000 e 330.000 os sírios que fugiram da zona desde que a 19 de junho se iniciou a ofensiva do regime para expulsar os rebeldes, que controlam cerca de um terço da província de Deraa.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos referiu que a ofensiva já causou a morte a mais de 130 civis, incluindo 19 crianças.
A ONU tem apelado a um cessar-fogo em Deraa, província onde em março de 2011 começou a contestação ao regime de Bachar Al-Assad, cuja repressão deu início à guerra civil que já causou mais de 350.000 mortos e milhões de deslocados.