Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ex-diretor do museu Rainha Sofia é o novo ministro da Cultura e Desporto de Espanha

JUANJO GUILLEN/EPA

José Guirao Cabrera foi nomeado ministro da Cultura e Desporto em substituição de Màxim Huerta que se demitiu esta quarta-feira depois de um escândalo de evasão fiscal

José Guirao é o homem que se segue na pasta da Cultura do novo Executivo espanhol. Gestor cultural, desempenhou desde os anos 80 cargos relacionados com o mundo artístico e foi diretor do Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, em Madrid, entre 1994 y 2001 e diretor de La Casa Encendida (centro cultural da capital), entre 2002 e 2014.

Nascido em Pulpi, na província de Almería, em 1959, Girao desempenha atualmente as funções de diretor-geral da Fundação Montemadrid. Licenciado em filologia hispânica, na vertente de Literatura Espanhola, assumiu também funções como responsável da área cultural da Delegação Provincial de Almería, entre 1983 e 1987. Em 1988, mudou-se para Sevilha, onde ocupou o cargo de diretor-geral de Bens Culturais, da Câmara Municipal de Andaluzia.

Mudou-se depois para Madrid, onde foi durante um ano diretor de Belas Artes e Arquivos do Ministério da Cultura. Em 1994, foi designado diretor do Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, naquela mesma cidade.

A partir de 2001, dirigiu o centro cultural La Casa Encendida, pertencente à extinta Caja Madrid. Em 2013, foi nomeado diretor-geral da Fundação Montemadrid, que tem por missão melhorar a qualidade de vida e promover a inclusão de pessoas com dificuldades sociais, facilitando o acesso destas à cultura e à educação, assim como garantir a proteção do meio ambiente e a conservação do património histórico.

Guirão é ainda patrono da Fundação Federico García Llorca, da Fundação Antonio Gala e da Fundação Museu Espanhol Contemporâneo das Gravuras de Marbella. É ainda professor convidado do mestrado de Gestão Cultural da Universidade Carlos III de Madrid.

A sua fama de homem da política, valeu-lhe o desempenho do seu trabalho em governos de distintas cores políticas, nos quais apoiou quatro ministros, entre eles a ministra da Cultura Carmen Alborch (PSOE), e as ministras da Educação, Esperanza Aguirre e Pilar del Castillo, durante o Governo de Mariano Rajoy (PP).

[Notícia atualizada às 21h10]