Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Costeletas, porco agridoce e Daegu jorim: o almoço na cimeira Kim-Trump

SAUL LOEB / Getty

Líderes abandonam Singapura ainda esta terça-feira. Trump antecipou num dia o regresso a Washington, enquanto Kim também volta hoje a Pyongyang

O almoço do Presidente dos EUA, Donald Trump, e do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, inclui costeletas, porco agridoce e um prato típico coreano como ementa principal, segundo o cardápio divulgado pela Casa Branca. Os dois líderes estiveram reunidos durante cerca de 40 minutos na manhã desta terça-feira em Singapura, tendo-se seguido uma reunião mais alargada com outros dirigentes das duas partes.

“Daegu jorim” é o nome do prato coreano que será servido e que consiste em bacalhau braseado com soja e uma mistura de rabanetes e legumes asiáticos. Os sabores asiáticos também estão presentes nas entradas: salada de manga verde com cobertura de mel e polvo fresco, preparada à moda do sudeste da Ásia, e um prato coreano de pepino recheado. Para a sobremesa, há tarte de chocolate preto, gelado de baunilha e uma massa recheada com creme.

Regresso a casa

Depois do repasto, tanto Kim como Trump abandonam Singapura. O líder norte-coreano deverá regressar a casa ainda na tarde desta terça-feira, enquanto o Presidente norte-americano deverá partir à noite, um dia antes do que estava inicialmente previsto.

A Casa Branca revelou que a viagem de regresso foi antecipada porque as conversações com Pyongyang estavam a decorrer “mais rapidamente do que se imaginava”. Antes de levantar voo para Washington, Trump falará à comunicação social.

A antecipação do regresso foi atribuída pela Casa Branca à rapidez da forma como evoluíam os contactos diplomáticos. Há, no entanto, quem leia a alteração de planos como uma tática negocial para pressionar o líder da Coreia do Norte ou até mesmo como o reconhecimento de que os dois homens não tinham muito para falar no encontro.