Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Jovem canadiana condenada a 8 anos de prisão por contrabando de droga documentado no Instagram

Melina Roberge aceitou fazer contrabando de droga para a Austrália para poder publicar fotografias exóticas no seu feed de Instagram

Melina Roberge, 24 anos, foi condenada a oito anos de prisão por tentar contrabandear droga na Austrália, através de um cruzeiro. Em 2016, a jovem pretendia melhorar o seu Instagram com fotografias exóticas e, por essa razão, aceitou levar cerca de 95 quilos de droga num cruzeiro intracontinental que saiu da Grã-Bretanha com destino a Sydney.

A jovem canadiana está presa desde agosto de 2016, data em que o caso foi descoberto. Esta quarta-feira ouviu a sua sentença no caso e foi condenada a um mínimo de quatro anos e nove meses e um máximo de oito anos de prisão.

A jovem admitiu em tribunal que se deixou levar por querer selfies em "locais exóticos e postar no Instagram para receber likes e atenção".

Um cruzeiro paradisíaco para atualizar o perfil do Instagram

Os 17 portos e 11 países que iria visitar cativou Melina para umas férias paradisíacas com Isabelle Lagace. As duas reportaram toda a viagem no Instagram, mostrando uma vida luxuosa, pelo menos até chegaram à cidade australiana. A polícia fronteiriça australiana entrou no barco e descobriu 35 quilogramas de droga na cabine de ambas e 60 quilogramas na cabine de Andre Tamin, 62 anos. Numa publicação que a polícia fez no Facebook, lia-se o seguinte: "Com os 95 quilogramas de cocaína dentro das malas, estes três canadianos não tinham espaço para roupa interior limpa ou para escovas de dentes".

Segundo o "Washington Post", Melina Roberge disse que a relação com Tamin baseava-se nele ser "sugar daddy" dela - um relacionamento que funciona através de acordos em que o "daddy" cobre as despesas da "sugar baby" enquanto a "sugar baby" realiza os pedidos do "daddy".

Nesse verão, as redes sociais de Melina e de Isabelle tiveram publicações recorrentes que mostravam as vidas glamorosas, apesar de poucas vezes aparecerem juntas. Passeios por Times Square, o primeiro café irlandês em Cobh, o corpo bronzeado nas Bermudas foram alguns dos registos nas suas páginas. Apesar de terem sido desativadas as contas sociais de ambas, o site Heavy guardou algumas publicações e pelo Twitter surgem mais imagens das férias paradisíacas.

"Viajar é uma coisa, mas viajar com a mente aberta, pronta para provar tudo, ver tudo, aprender tudo e saíres da tua zona de conforto... é provavelmente a melhor terapia e lição de sempre." escreveu Melina no Instagram, segundo o "Washington Post".

Os três envolvidos no caso foram sancionados pelas quantidades de droga que transportavam. Em 2017, Isabelle Lagace foi sentenciada a sete anos e meio de prisão. Em outubro será o julgamento de Andre Tamin.