Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Passageira morre na explosão de motor de avião americano

Trata-se da primeira morte de um passageiro durante um voo comercial nos EUA desde 2009. O Boeing 737-700 dirigia-se a Dallas, com 143 passageiros e cinco tripulantes a bordo. Testemunhas disseram que um motor no lado esquerdo do avião explodiu, partindo uma janela e provocando a despressurização no aparelho que quase sugou a vítima para fora da aeronave

Foto de um dos passageiros que seguia a bordo do Boeing 737-700

Foto de um dos passageiros que seguia a bordo do Boeing 737-700

TWITTER/@joeasaprap

Uma mulher morreu e sete outras pessoas precisaram de tratamento médico esta terça-feira, depois de um motor de um jato de passageiros, aparentemente, ter explodido durante o voo. Segundo as autoridades, o voo 1380 da Southwest Airlines fez uma aterragem de emergência em Filadélfia depois de uma janela, asas e fuselagem terem sido danificadas no incidente.

Numa gravação de controlo de tráfego aéreo, um dos pilotos diz: “Há um buraco e alguém saiu”. Trata-se da primeira morte de um passageiro num voo comercial dos EUA desde 2009.

O Boeing 737-700 partiu do aeroporto de La Guardia, em Nova Iorque, e dirigia-se a Dallas, no Texas, com 143 passageiros e cinco tripulantes a bordo. Testemunhas disseram que um motor no lado esquerdo do avião explodiu, partindo uma janela e provocando a despressurização no interior do aparelho, que quase sugou uma passageira para fora da aeronave. Outros passageiros evitaram que isso acontecesse, puxando-a de volta, mas a mulher acabou por falecer.

De acordo com o jornal “Philadelphia Inquirer”, a vítima mortal era Jennifer Riordan, mãe de dois filhos e vice-presidente do banco Wells Fargo em Albuquerque, no estado do Novo México.