Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Turquia apoia ataque à Síria e classifica como "resposta adequada"

reuters

Governo turco considera que o bombardeamento ocidental contra alvos na Síria constitui uma "resposta adequada" ao alegado ataque com armas químicas perpetrado na semana passada em Douma

A Turquia considerou este sábado que o bombardeamento ocidental contra alvos na Síria constitui uma "resposta adequada" ao alegado ataque com armas químicas perpetrado na semana passada pelo governo de Bashar al-Assad em Douma, perto de Damasco, que causou dezenas de mortos.

"Saudamos esta operação que alivia a consciência de toda a humanidade diante do ataque a Douma, que tudo indica ser da responsabilidade do regime" sírio, refere em comunicado o Ministério das Relações Exteriores da Turquia.

O ataque a civis com armas químicas, que terá ocorrido em Douma, a 7 de abril, "constitui um crime contra a humanidade", considera Ancara, que critica a ação do regime de Bashar al-Assad.

A Turquia é um tradicional apoiante de alguns opositores do regime sírio no contexto da guerra civil que se arrasta no país há vários anos, mas tem dado sinais de proximidade em relação a Moscovo, um aliado de Damasco nesta escalada militar.

Os EUA, a França e o Reino Unido realizaram na madrugada deste sábado uma série de ataques com mísseis contra alvos associados à produção de armamento químico na Síria.

Segundo o Pentágono, a ofensiva consistiu em três ataques, com uma centena de mísseis, contra instalações utilizadas para produzir e armazenar armas químicas.