Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Rússia, “prepara-te”, avisa Donald Trump

Carlos Barria / Reuters

O Presidente dos Estados Unidos alertou a Rússia, esta quarta-feira, para um ataque militar iminente na Síria. Trump diz também que a relação bilateral entre Washington e Moscovo está pior do que nos tempos da Guerra Fria

Margarida Mota

Jornalista

O Presidente dos Estados Unidos avisou a Rússia, esta quarta-feira, que “se prepare” para um ataque na Síria. A ameaça surge na sequência de um alegado ataque com armas químicas contra a população de Duma, nos arredores de Damasco, cuja autoria Washington atribui ao regime de Bashar al-Assad, que tem sobrevivido à guerra graças ao apoio da Rússia.

“A Rússia promete derrubar todo e qualquer míssil disparado contra a Síria. Prepara-te Rússia, porque eles estão a chegar, bons, novos e ‘inteligentes’! Vocês não deveriam ser parceiros de um Animal que Mata com Gás, que mata o seu próprio povo e desfruta!”, escreveu Donald Trump, no Twitter, esta quarta-feira.

Trump comentou, diretamente, a saúde das relações entre os Estados Unidos e a Rússia, países em lados opostos da barricada no conflito sírio.

“A nossa relação com a Síria está pior agora do que alguma vez antes, incluindo durante a Guerra Fria. Não há razões para isto. A Rússia precisa da nossa ajuda a nível económico, algo que seria muito fácil de fazermos, e nós necessitamos que todos os países trabalhem juntos. Parar com a corrida às armas?”, escreveu o chefe de Estado do pais que mais armas exporta em todo o mundo.

Há sensivelmente um ano, após serem divulgadas imagens de mulheres e crianças a asfixiarem e a espumarem da boca, após um bombardeamento à cidade de Khan Sheikhoun, na província de Idlib, Trump ordenou um ataque a posições militares sírias.