Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Presidente filipino quer afastar a presidente do Supremo Tribunal

NOEL CELIS/GETTY

A presidente do Supremo Tribunal critica Rodrigo Duterte em termos de cruzada contra as drogas e sobre o prolongamento da lei marcial até ao fim de 2018

O chefe de Estado filipino considera “inimiga” a presidente do Supremo Tribunal e pediu ao Parlamento para avançar com o processo de destituição de Maria Lourdes Sereno.

“Aviso que agora sou seu inimigo e que Maria Lourdes Sereno deve deixar o Supremo Tribunal. Hesitei, porque ela é uma mulher, mas agora estou a pedir aos deputados: ‘Façam isso já’. Sem dramas, ou então farei isso por vocês”, declarou Rodrigo Duterte aos jornalistas, antes de participar num fórum de líderes asiáticos na China.

A presidente do Supremo Tribunal tem sido muito crítica face a Duterte, nomeadamente em relação à guerra contra às drogas e à extensão da lei marcial até ao fim de 2018. Maria Lourdes Sereno manifestou-se também contra a decisão do chefe de Estado de enterrar o ditador Ferdinand Marcos num cemitério destinado aos heróis nacionais.

Os deputados que lançaram o processo de destituição da presidente do Supremo Tribunal alegam que Maria Lourdes Sereno não declarou os seus rendimentos durante vários anos.

O pedido de “impeachment” da juíza será votado pela primeira vez na Câmara dos Representantes, mas a decisão final recairá sobre os 22 membros do Senado.

A defesa de Maria Lourdes Sereno garante que a presidente do Supremo Tribunal acredita que vai conseguir provar a sua inocência. Já a oposição acusa Durterte de estar a lançar uma campanha de vingança política contra Sereno.

Foi em meados de dezembro que o Parlamento filipino aprovou o prolongamento da lei marcial em vigor na região de Mindanao, no sul do país, até ao final de 2018. Primeiro, o chefe de Estado filipino decretou a lei marcial por 60 dias em maio, depois de um grupo extremista ter assumido o controlo da cidade de Marawi, em Mindanao. Mais tarde, a medida foi prolongada até ao final deste ano.