Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Filha de ex-espião russo já teve alta hospitalar

YULIA SKRIPAL/FACEBOOK

Yulia foi levada para um local seguro. O pai Sergei Skripal continua hospitalizado mas “a melhorar rapidamente”. Ambos foram expostos ao agente nervoso tóxico Novichok no mês passado

Yulia Skripal, a filha envenenada do ex-espião russo Sergei Skripal, teve alta hospitalar. A informação foi avançada pela BBC, que adianta que a jovem de 33 anos saiu do Hospital Distrital de Salisbury na segunda-feira e foi levada para um local seguro.

O pai, de 66 anos, continua hospitalizado mas a sua condição está “a melhorar rapidamente”, segundo as últimas informações divulgadas. Pai e filha foram levados para o hospital a 4 de março depois de serem expostos ao agente nervoso tóxico Novichok.

Sergei Skripal está “a responder bem ao tratamento e a melhorar rapidamente, não estando já numa condição crítica”, revelaram os médicos na semana passada.

O governo britânico acredita que a Rússia está por detrás do envenenamento, enquanto Moscovo nega qualquer envolvimento e acusa o Reino Unido de inventar uma “história falsa”. O caso deu origem ao incidente diplomático mais grave dos últimos tempos, com a expulsão de diplomatas russos de vários países ocidentais e consequente retaliação por parte da Rússia.