Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Acabou o prazo: Lula ainda não se entregou à polícia

Ex-presidente do Brasil tinha até às 17h locais (21h em Portugal) para se entregar às autoridades, depois de o juiz Sérgio Moro ter ordenado a antecipação da pena

Lula da Silva não se entregou às autoridades para cumprir a pena de 12 anos e um mês a que foi condenado por branqueamento de capitais e corrupção passiva. O antigo presidente do Brasil foi condenado em duas instâncias.

No despacho do juiz Sérgio Moro que determina o prazo de entrega, é referido que está “vedada a utilização de algemas” e definido que Lula será levado para uma sala diferente dos restantes presos, “sem qualquer risco para a integridade moral ou física”.

Lula é acusado de ter recebido um apartamento triplex de luxo como suborno da construtora OAS em troca de favorecer contratos com a petrolífera estatal Petrobras.

O apartamento triplex no Guarujá encontra-se registado em nome da construtora OAS, mas o Ministério Público acredita ser propriedade de Lula da Silva. Apesar de o imóvel ser referido na Operação Lava Jato, trata-se de um processo independente daquele que investiga o alegado esquema de corrupção que envolve a petrolífera Petrobrás.

Por diversas vezes, Lula negou ser o proprietário do apartamento situado no último piso de um condomínio no Guarujá.