Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump: enxurrada de tweets em domingo de Páscoa

O casal presidencial à chegada à missa de domingo de Páscoa em Palm Beach

NICHOLAS KAMM

Presidente americano volta a atacar imigrantes e ameaça abandonar NAFTA

“NO MORE DACA DEAL” foi um dos muitos tweets que o Presidente americano disparou este domingo. Donald Trump responsabiliza o Partido Democrata e o governo mexicano pelo que apelida de torrente “perigosa” de imigrantes ilegais, ameaçando impedir um possível acordo sobre o Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA). Trata-se do programa federal implementado pela administração Obama para impedir a deportação de jovens imigrantes indocumentados que foram levados para os EUA em crianças.

Referindo-se a “caravanas” de imigrantes em direção à fronteira entre os EUA e o México, Trump apontou o dedo às leis “liberais” que, segundo ele, impedem os agentes fronteiriços de fazerem o que lhes compete. À entrada para a missa do domingo de Páscoa, Trump não respondeu aos jornalistas sobre se as suas publicações no Twitter significavam que já não apoiaria qualquer acordo sobre o DACA. Disse, no entanto, que o México tem de ajudar os EUA na fronteira numa altura em que “muitas pessoas estão a entrar para se aproveitarem” do programa. E os Republicanos devem usar a “opção nuclear” para travar a oposição democrata no Senado e implementar “leis duras agora”, defende ainda o Presidente.

No ano passado, Trump anunciou que iria acabar com o programa, mas acabou por ser travado pelos tribunais. Depois, mostrou-se disposto a negociar com o Partido Democrata, mas, desde então, tem assumido posições erráticas, afastando-se repetidamente de potenciais acordos que considera não incluírem medidas sobre a imigração suficientemente duras.

Num outro tweet, Trump endureceu as ameaças ao México, afirmando que os líderes do país vizinho “têm de parar com as grandes torrentes de droga e de pessoas”. Caso contrário, ele porá fim ao NAFTA, ou seja, o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio, que envolve o Canadá, o México e os EUA. Para Trump, o NAFTA é “a vaca de dinheiro” do México.