Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Kim Jong-un comovido e de coração inchado com pop sul-coreana

KCNA

Para o líder da Coreia do Norte, o espetáculo musical deste domingo uniu as Coreias

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, ficou profundamente comovido com o concerto deste domingo, na capital Pyongyang, protagonizado por artistas sul-coreanos. A informação foi avançada pela agência de notícias KCNA, que acrescentou que Kim ficou de coração inchado ao ver a resposta entusiástica do público norte-coreano.

As atuações de bandas de K-pop (género musical originário da Coreia do Sul) na vizinha do Norte acontecem num momento de aproximação e estreitamento de relações entre as duas Coreias. Já em fevereiro, atletas norte-coreanos participaram nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang.

Ainda segundo a agência estatal do Norte, Kim Jong-un terá dito que o espetáculo da última noite foi uma ocasião cheia de significado, dando até a impressão de um país unido. Foi o primeiro de dois concertos, com o segundo a realizar-se já amanhã.

Estas manifestações de degelo diplomático terão o seu ponto alto no próximo dia 27, data da cimeira intercoreana. Também haverá um encontro entre Kim Jong-un e o presidente americano Donald Trump, mas ainda sem data marcada.