Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Puigdemont em terreno adverso

Teme-se que grupos separatistas mais radicais semeiem a violência na Catalunha

ROBIN TOWNSEND/EPA

O delito de rebelião de que o líder catalão é acusado é equiparável ao de “alta traição” vigente na Alemanha

Angel Luis de la Calle

Angel Luis de la Calle

correspondente em Madrid

No horizonte do ex-presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, começa a esboçar-se uma estada larga na cadeia, segundo a opinião generalizada de juristas e peritos consultados pelo Expresso. Detido no domingo no norte da Alemanha, o ex-líder do governo regional aguarda na prisão de Neumünster, a 65 quilómetros de Hamburgo, a decisão da justiça do Estado federado de Schleswig-Holstein sobre o mandado europeu de busca e detenção ativado pelo juiz Pablo Llarena, do Supremo Tribunal espanhol.

Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI