Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

NATO expulsa sete diplomatas russos

Em causa está o envenenamento do ex-espião russo Skripal. Vários países já tinham anunciado igualmente a expulsão de diplomatas russos

A NATO anunciou terça-feira que decidiu expulsar sete diplomatas da missão da Rússia junto daquela organização, na sequência do envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal no Reino Unido, cuja responsabilidade Londres atribui a Moscovo.

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, indicou ainda que a Aliança Atlântica rejeitou os pedidos de acreditação para outros três elementos da missão da Rússia, que não é membro da aliança atlântica.