Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

O que se sabe sobre o tenente-coronel que “salvou vidas” e “honrou o país”

RAYMOND ROIG/GETTY IMAGES

Tenente-coronel de 45 anos protagonizou “um ato de heroísmo” ao voluntariar-se para ficar dentro do estabelecimento no sudoeste de França com o atirador para que os reféns fossem libertados

Helena Bento

Helena Bento

Jornalista

Ofereceu-se para trocar de lugar com uma mulher que ficara refém no supermercado de Trèbes, perto de Carcassonne, no sudoeste de França, e isso valeu-lhe ferimentos graves, mas também os maiores elogios e louvores à coragem por si demonstrada. O Presidente francês, Emmanuel Macron, prestou-lhe homenagem na conferência de imprensa em que participou na tarde desta sexta-feira. “Ele salvou vidas e honrou o nosso país”.

Pouco se sabe ainda sobre este tenente-coronel de 45 anos da Gendarmerie (força de segurança francesa) que protagonizou, segundo o ministro do Interior, Gérard Collomb, “um ato de heroísmo” ao voluntariar-se para ficar dentro do estabelecimento com o atirador - identificado como Redouane Lakdim, 26 anos e nacionalidade marroquina - para que os reféns fossem libertados.“Um ato de heroísmo como este é típico de agentes da polícia que têm como prioridade a segurança dos nossos cidadãos”.

Segundo o jornal francês “La Manche Libre”, o tenente-coronel chama-se Arnaud Beltrame e foi distinguido com a Legião de Honra francesa em 2012. A informação, contudo, ainda não foi confirmada pelas autoridades.

Além de se ter oferecido como moeda de troca, desempenhou um papel fundamental na operação policial de captura do suspeito. Ao entrar no supermercado, e antes de pousar o telemóvel em cima de uma mesa, fez uma chamada que permitiu à polícia ouvir o que se passava no interior do estabelecimento e agir imediatamente assim que se ouviram os primeiros tiros, conforme explicou Gérard Collomb.

Segundo o mais recente balanço oficial, feito pelo Presidente do país, Emmanuel Macron, três pessoas morreram e 16 ficaram feridas no ataque desta sexta-feira.