Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Suspeito de ataques bombistas no Texas morre após detonar explosivo

O subchefe da Polícia de Austin (Texas, Estados Unidos) informa, em conferência de imprensa, sobre a explosão de um artefacto incendiário que feriu uma pessoa na terça-feira à tarde

THAO NGUYEN / EPA

O homem, de 24 anos, morreu após detonar um engenho explosivo quando uma equipa das forças especiais se aproximava para o deter

O suspeito de ter executado uma série de ataques bombistas este mês no estado norte-americano do Texas morreu esta manhã, após detonar um engenho explosivo quando uma equipa das forças especiais se aproximava para o deter, anunciou a polícia.

O chefe da polícia de Austin, Brian Manley, disse que o homem, de 24 anos, detonou os explosivos no seu carro quando os agentes das forças especiais se aproximavam.

Um membro da equipa da polícia disparou contra o veículo, acrescentou a mesma fonte.

Manley identificou o suspeito como um homem branco de 24 anos e afirmou que a identidade do mesmo só será divulgado após a família ter sido informada.

Austin foi palco de quatro ataques bombistas desde 2 de março, que mataram duas pessoas e feriram outras quatro, mas as autoridades desconhecem os motivos dos ataques.

Um quinto pacote explosivo foi detonado num centro de distribuição da empresa FedEx perto de San Antonio na terça-feira de manhã.

  • Sexta explosão no Texas causa um ferido

    Esta é a sexta explosão na zona de Austin desde 2 de março. As autoridades norte-americanas continuam a investigar os acontecimentos, mas referem que este incidente poderá não estar relacionado com os anteriores por ter na sua origem um artefacto incendiário

  • Texas em alerta após explosão de quinta bomba em 19 dias

    Ainda não se sabe se há alguma ligação entre a explosão desta terça-feira e as quatro anteriores que ocorreram na cidade de Austin. Os engenhos usados foram diferentes e ainda não foi estabelecido qualquer padrão entre todos os incidentes. Segundo as autoridades locais, as vítimas têm sido escolhidas de forma aleatória