Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Nicolas Sarkozy detido sob suspeita de financiamento ilícito de campanha

STEPHANE MAHE/REUTERS

Ex-Presidente de França foi levado esta manhã pela polícia para ser interrogado sobre suspeitas de corrupção durante a campanha presidencial de 2007 que conduziu à sua vitória nas urnas

O antigo Presidente da República de França, Nicolas Sarkozy, foi detido esta terça-feira de manhã para ser ouvido pela polícia no âmbito de uma investigação ao alegado financiamento ilícito da campanha presidencial que, em 2007, culminou na sua eleição.

O jornal francês "Le Monde" aponta que Sarkozy foi levado para as instalações da Polícia Judiciária em Nanterre, no norte de Paris, e que pode ficar sob custódia 48 horas até as autoridades serem obrigadas a libertá-lo.

O mesmo jornal aponta que o financiamento irregular terá sido proveniente da Líbia, sendo possível que, nas próximas horas, Sarkozy seja presente aos magistrados a cargo deste processo para ser formalmente indiciado.

Em causa estão as suspeitas de que financiou ilicitamente a sua campanha presidencial de há 11 anos. Esta é a primeira vez que o antigo Presidente francês é interrogado no âmbito do inquérito ao caso, que foi iniciado em 2013.

Em maio de 2012, o site Mediapart tinha publicado um documento oficial líbio onde eram mencionados fundos que Sarkozy terá recebido da Líbia de Muammar Kadhafi durante a corrida ao Palácio do Eliseu cinco anos antes.