Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Milhares manifestam-se em Espanha por pensões dignas

Vários Milhares de pessoas, a maioria pensionistas, manifestaram-se hoje nas ruas de Madrid e Barcelona para exigir pensões dignas e contra o aumento de apenas 0,25%.

Vários Milhares de pessoas, a maioria pensionistas, manifestaram-se hoje nas ruas de Madrid e Barcelona para exigir pensões dignas e contra o aumento de apenas 0,25%.

Cerca de 30 mil pessoas, segundo a Guarda Civil, sairam para as ruas de Barcelona para exigir maior aumento das pensões, lançando duras críticas ao governo de Mariano Rajoy.

A manifestação, impulsionada pela Marea Pensionista de Catalunha e com o apoio dos sindicatos CCOO y UGT, começou cerca das 11:00 (10:00 em Lisboa) na Praça Urquinanona rumo à delegação do Governo da Catalunha onde foi lido um manifesto contra as políticas sociais dos últimos governos

Os manifestantes expressaram o seu desagrado pelo aumento de 0,25% nas pensões para 2018 e denunciaram o empobrecimento dos pensionistas, tendo em conta que a economia espanhola cresceu cerca de três por cento no último ano e os preços mais de um por cento.

Em Madrid o protesto saiu para as ruas com atraso devido à intensa chuva que caiu com as pessoas a gritaram “nem a chuva nem o vento detém este movimento” e “mais pensões menos ladrões”.

Além de Barcelona e Madrid também houve manifestações nas cidades catalãs de Tarragona, Lleida, Girona, Tortosa, Reus e Granollers.

Durante o protesto gritaram-se palavras de ordem como “demissão de Rajoy”, "corruptos, ladrões, roubam as nossas pensões” e “nem um passo atrás”.