Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Antigo Presidente da Coreia do Sul admite ter recebido suborno

KIM HONG-JI/GETTY

Lee Myung-bak reconheceu, durante uma audiência sobre acusações de corrupção, ter recebido mais de 80 mil euros de um fundo secreto dos serviços de inteligência

O antigo Presidente da Coreia do Sul Lee Myung-bak admitiu, durante uma audiência sobre acusações de corrupção, ter recebido 100 mil dólares (mais de 80 mil euros) de um fundo secreto dos serviços de inteligência, noticia a agência Yonhap.

De acordo com esta agência de notícias sul-coreana, citada pela francesa AFP, o antigo chefe de Estado voltou esta quinta-feira para casa, depois de ter sido ouvido durante mais de 21 horas pelas autoridades do país, acusada de aceitar milhões de dólares em subornos.

Myung-bak negou a maioria das acusações de corrupção, mas admitiu ter recebido fundos secretos por parte dos serviços de informação secretos do país, de acordo com uma fonte do Ministério Público.

"O Presidente Lee nega a maioria das acusações", disse esta fonte à Yonhap, sublinhando, no entanto, que "ele admitiu ter recebido 100 mil dólares".

No total, a acusação afirma que o antigo chefe de Estado recebeu 1,6 milhões de dólares (quase 1,3 milhões de euros).

De acordo com a Yonhap, é provável que a acusação peça a um tribunal para emitir um mandado de prisão contra o antigo Presidente do país nos próximos dias.