Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump diz que será discutido o fim das taxas “aplicadas pela UE”

Jabin Botsford/The Washington Post via Getty Images

Presidente norte-americano diz que um representante do país vai discutir com homólogos europeus a eliminação de barreiras alfandegárias e taxas aduaneiras

Donald Trump garantiu esta segunda-feira que o seu Secretário do Comércio vai discutir com representantes da União Europeia "a eliminação de importantes barreiras aduaneiras e taxas" que, no seu entender, Bruxelas "usa contra os Estados Unidos".

"É injusto para a nossa agricultura e o nosso sector de manufatura", indicou Trump num tweet divulgado esta segunda-feira de manhã.

Na quinta-feira, o Presidente dos Estados Unidos anunciou que iria impor, dentro de dias, taxas de 10% e 25% sobre a importação de alumínio e de aço, respetivamente.

O representante do Comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, esteve em Bruxelas no sábado para reuniões com representantes da UE, mas estes referiram depois que os encontros tinham sido infrutíferos.

"Não obtivemos certezas sobre os procedimentos para ficarmos isentos" das taxas que Trump diz querer aplicar sobre o aço e o alumínio, sublinhou a comissária europeia do Comércio, Cecilia Malmström, após o encontro.

Pouco depois, Trump exigiu à UE que, para poder beneficiar de uma isenção quanto ao aço e ao alumínio, acabe com as barreiras alfandegárias e regulamentares que diz existir sobre os produtos americanos.

"Se eles abandonarem os seus horríveis obstáculos e os seus direitos aduaneiros sobre os produtos americanos, nós desistimos dos nossos. Caso contrário, vamos taxar os carros, etc. A sério!", escreveu Trump no Twitter.

Trump também disse que os Estados europeus "são países fantásticos, mas que tratam os EUA muito mal no comércio".