Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ativista despe-se contra Berlusconni

DANIEL DAL ZENNARO

No momento em que Silvio Berlusconi se preparava para votar, uma mulher do movimento feminista Femen saltou para cima da mesa de voto em tronco nu. Escrita no corpo estava a frase: “Berlusconi o teu tempo esgotou-se”. O mesmo que a mulher gritou, até ser retirada por agentes de segurança da secção de voto.

O líder da Força Itália foi, este domingo, interrompido por ativistas do movimento Femen enquanto votava, em Milão. Uma mulher, em tronco nu, subiu para cima da mesa de voto, no local onde Silvio Berlusconi está inscrito para votar e enfrentou o ex-primeiro ministro italiano aos gritos de "Belusconi, o teu tempo esgotou".

Numas eleições marcadas por uma forte abstenção, o incidente está a ser destacado pela imprensa italiana. Até ao meio dia, apenas 19% dos eleitores tinham comparecido nas urnas. Segundo o "La Stampa" recorda, já em 2013, três ativistas do mesmo movimento aproveitaram a deslocação de Sivio Berlusconi à sua secção de voto para, também em topless, protestarem contra o líder da direita italiana que abandonou o parlamento nesse ano, dois anos depois de ter renunciado ao cargo de primeiro-ministro.

  • Pão e circo nas eleições em Itália

    A campanha para as legislativas que se disputam este domingo em Itália foi dominada pela economia e pela imigração. Um ex-candidato da Liga Norte baleou seis requerentes de asilo. Berlusconi, cujo partido, Força Itália, está coligado com a extrema-direita, voltou à ribalta e poderá ter uma palavra a dizer sobre quem será o próximo primeiro-ministro. Um candidato regional do seu partido fez campanha sentado numa sanita. E uma candidata do partido populista M5S dá o nome mas não dá a cara. Não há maioria qualificada à vista e uma maioria dos italianos está “demasiado deprimida para se preocupar”

  • Governo de todos ou de ninguém

    Itália. Vota-se este domingo e o bloco favorito é o do incombustível Berlusconi, mas a ascensão dos eurocéticos preocupa Berlim e Paris

  • As praças europeias fecharam esta sexta-feira com perdas generalizadas, lideradas por Frankfurt, Milão e Paris, com quedas acima de 2%. O PSI 20 na bolsa de Lisboa caiu apenas 0,17%. Incerteza sobre legislativas em Itália no domingo e início da guerra do aço e do alumínio na próxima semana reforçam pessimismo