Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tiroteio em escola na Florida faz 17 mortos

Joe Raedle/Getty Images

Tiroteio ocorreu na escola secundária Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, na Florida. Suspeito já foi detido e identificado

Helena Bento

Jornalista

Um tiroteio numa escola da Florida, nos Estados Unidos, causou esta quarta-feira 17 mortos e pelo menos 12 feridos, anunciou o gabinete do xerife do condado de Broward, segundo o qual o suspeito já terá sido detido e identificado. Trata-se de Nikolaus Cruz, de 19 anos, antigo estudante daquela escola, da qual terá sido expulso em 2017.

Das vítimas mortais, 12 morreram dentro da escola, duas no exterior, uma na rua e duas no hospital. Três dos feridos encontram-se em estado muito grave, confirmou também o gabinete.

Imagens divulgadas na televisão após o tiroteio mostravam vários estudantes a afastar-se da escola secundária Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, a cerca de 57 quilómetros da cidade de Miami, e vários agentes da polícia junto ao edifício. Segundo o canal de televisão norte-americano NBC6, pelo menos uma pessoa foi vista a ser retirada da escola numa maca e colocada numa ambulância, enquanto outras estão a abandonar o local.

Segundo o “New York Times”, foi dito aos residentes da cidade de Parkland para evitarem a zona à volta daquela escola, onde no ano letivo de 2015-2016 estavam inscritos cerca de três mil estudantes.

Ainda de acordo com o jornal norte-americano, estudantes e funcionários da escola ouviram barulhos “semelhantes ao disparo de uma arma” quando estava a aproximar-se a hora de saída dos alunos.

Marco Rubio, senador da Florida, disse estar a acompanhar a situação.

[NOTÍCIA ATUALIZADA ÀS 23H32]