Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bomba da II Guerra Mundial encerra aeroporto Cidade de Londres

Alberto Pezzali/GETTY

O engenho explosivo de 500 kg foi encontrado numa doca do rio Tamisa, situada a poucos metros da única pista de aterragem do aeroporto Cidade de Londres

O aeroporto Cidade de Londres foi esta segunda-feira encerrado temporariamente, após a descoberta de uma bomba da Segunda Guerra Mundial numa doca do rio Tamisa, situada a poucos metros da única pista de aterragem.

Segundo as autoridades locais, o pequeno aeroporto permanecerá encerrado enquanto durarem as operações de remoção do engenho explosivo alemão de 500 kg. "Um perímetro de segurança foi introduzido como mera precaução", esclareceu em comunicado a direção do aeroporto.

“Todos os voos de hoje estão cancelados mas algumas companhias aéreas transferiram os seus voos para outros aeroportos – CityJet para o aeroporto de Southend e Alitalia para o aeroporto de Stansted”, anunciou o aeroporto em comunicado.

Segundo a porta-voz do aeroporto, o cancelamento de voos deverá afetar mais de 16 mil passageiros.

O aeroporto Cidade de Londres, o mais próximo do centro da capital britânica, opera fundamentalmente voos nacionais, tendo sido inaugurado em 1988 com o intuito de facilitar o acesso ao centro financeiro da capital britânica. É considerado o quinto aeroporto do Reino Unido em movimento de passageiros e aeronaves.

Milhares de bombas caíram em Londres durante o "Blitz" liderado pela Luftwaffe, a Força Aérea Alemã, entre setembro de 1940 e maio de 1941. Nos últimos anos têm sido frequentes as descobertas de engenhos por explodir, sobretudo junto às docas do Tamisa, um dos locais mais visados pela aviação alemã.