Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Catalunha. Presidente do Parlamento adia plenário mas mantém investidura de Puigdemont

David Ramos/Getty Images

Os serviços jurídicos do Parlamento regional vão apresentar alegações junto do Tribunal Constitucional espanhol, que tomou no sábado uma medida cautelar que impede a investidura à distância de Carles Puigdemont

O presidente do parlamento da Catalunha, Espanha, anunciou esta terça-feira o adiamento da sessão plenária da assembleia prevista para esta tarde, que ia investir Carles Puigdemont presidente do executivo catalão.

"O plenário de investidura não se vai desconvocar, mas é adiado", disse Roger Torrent, numa declaração aos jornalistas, assegurando que "o presidente Puigdemont tem todo o direito em ser investido" e que se recusa a propor outro candidato.

Os serviços jurídicos do Parlamento regional vão apresentar alegações junto do Tribunal Constitucional espanhol, que tomou no sábado uma medida cautelar que impede a investidura à distância de Puigdemont, que está refugiado na Bélgica e com um mandado de busca e captura em Espanha por suspeitas de ter cometido delitos de rebelião, sedição e peculato.