Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Maioria do coletivo de juízes confirma condenação de Lula da Silva por corrupção

UESLEI MARCELINO / Reuters

Dois juízes, João Pedro Gebran Neto e Leandro Paulsen (juiz e presidente da mesa) confirmam a condenação por corrupção do antigo Presidente do Brasil, Lula da Silva. Falta conhecer o voto do juíz Victor dos Santos Laus

A maioria do coletivo de juízes confirmou esta quarta-feira a condenação do ex-Presidente Lula da Silva, por corrupção e branqueamento de capitais, no julgamento que decorre no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), em Porto Alegre.

O desembargador federal João Pedro Gerbran Neto confirmou a condenação do ex-Presidente Lula da Silva, por corrupção e branqueamento de capitais, no julgamento que ocorre no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre.

O juiz Leandro Paulsen, que é o revisor do processo, também deu como comprovado o pagamento de suborno a Lula da Silva, em forma de um apartamento triplex no Guarujá, em troca do favorecimento da OAS em contratos na Petrobras, confirmando, assim, a condenação de Lula da Silva em 1ª instância.

Ainda falta o desembargador federal Victor Laus proferir as suas declarações e o seu sentido de voto neste julgamento.