Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Presidente do Irão diz que inimigos não toleram “êxito” do país

Universidade de Teerão tem sido um dos palcos das manifestações dos últimos dias

STR

Pelo menos 10 pessoas foram mortas durante os protestos no Irão nos últimos dias

O presidente do Irão, Hasan Rohani, disse que os inimigos da República Islâmica do Irão não toleram o êxito do país no acordo nuclear e na região e por isso estão a incentivar a protestos.

“O nosso progresso para eles é intolerável, o nosso êxito no mundo da política perante os Estados Unidos e o regime sionista [referência a Israel] foi intolerável para eles”, afirmou hoje Hasan Rohani na sua reunião com os líderes das comissões parlamentares do país difundida pela agência de notícias local.

Pelo menos 10 pessoas foram mortas durante os protestos no Irão nos últimos dias e as forças de segurança do Estado conseguiram impedir que "manifestantes armados" tomassem de assalto esquadras de polícia e bases militares.