Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alto responsável da ONU inicia visita à Coreia do Norte

KIM WON-JIN / GETTY IMAGES

A visita do chefe do assuntos políticos das Nações Unidas, a primeira de um alto responsável da organização nos últimos seis anos, ocorre após os especialistas terem indicado que os mísseis da Coreia da Norte já poderão ter capacidade para atingir Washington

Jeffrey Feltman, o chefe dos assuntos políticos das Nações Unidas, inicia esta terça-feira uma visita de quatro dias à Coreia do Norte, durante os quais irá reunir-se com diversos líderes políticos entre os quais o ministro dos Negócios Estrangeiros, Ri Yong-ho.

O convite fora endereçado pela Coreia do Norte em setembro, mas acabou por só ser confirmado pelo regime de Pyongyang na quarta-feira passada, o dia em levaram a cabo o último teste de mísseis.

Após esse último teste, especialistas admitiram a hipótese de a Coreia do Norte já ter capacidade para atingir Washington, enquanto o líder Kim Jong-un afirmou que o seu país “finalmente alcançou o grande objetivo histórico de completar a sua força nuclear”.

A visita do chefe dos assuntos políticos da ONU ocorre numa altura de especial tensão, sendo a primeira de um alto responsável da organização nos últimos seis anos e surgindo como uma hipótese de abertura de diálogo.

No último ano, o Presidente norte-americano levou a uma política de “pressão máxima” sobre Pyongyang, apostando em sanções económicas e em outras medidas para isolar o seu regime, numa tentativa de o persuadir a deixar de lado o programa de desenvolvimento de armamento. Donald Trump admitiu mesmo a hipótese de uma intervenção militar.

Numa reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU, na quinta-feira passada, Jeffrey Feltman frisou que a organização poderá ter um importante papel no sentido de criar uma ponte diplomática “consistente” que permita o estabelecimento de negociações com a Coreia do Norte. O chefe dos assuntos políticos da ONU realçou que é preciso ter em conta questões humanitárias que afetam a generalidade da população norte-coreana.

Antes da visita à Coreia do Norte, Feltman esteve na China, onde se encontrou com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Li Baodong.

Paralelamente a esta visita, os Estados Unidos estão a realizar com a Coreia do Sul os maiores exercícios aéreos efetuados na região.